Menu

Energia eólica

Desvantagens da energia eólica, descrição e análise

Desvantagens da energia eólica, descrição e análise

A energia eólica é uma fonte de energia renovável que gera energia elétrica a partir da força do vento.

10 SIMPATIAS PARA DESFAZER ENERGIAS...
10 SIMPATIAS PARA DESFAZER ENERGIAS NEGATIVAS - Feitiços MUITO simples de proteção

Assim como a energia solar fotovoltaica, as vantagens das energias renováveis ​​permitem compensar o impacto dos combustíveis fósseis e a emissão de gases de efeito estufa na atmosfera.

Em outro artigo analisamos as vantagens e desvantagens da produção de energia elétrica por meio de moinhos de vento. No entanto, aqui examinaremos mais de perto as desvantagens.

A capacidade de geração depende do vento

Um dos principais inconvenientes da energia eólica é que nem sempre há vento, pelo que é necessário o suporte de outro tipo de energia para esses momentos (poluente e limpa).

Muitas vezes acontece que os picos na demanda de eletricidade não coincidem com os momentos de maior vento, portanto, a produção de eletricidade deve ser complementada com outras fontes de energia.

Dificuldade com planejamento elétrico

Por ser uma energia que depende do vento, a produção de eletricidade não pode ser planejada. 

Estatisticamente, os dias e horários de maior demanda de energia da rede elétrica são conhecidos tanto pela população em geral quanto pela indústria. Esses dados são usados ​​para regular a energia das usinas convencionais ( usinas a gás, nucleares , etc ...).

Graças aos modelos meteorológicos, esse aspecto foi aprimorado significativamente, principalmente na escolha dos locais ideais para a instalação de um parque eólico. Porém, não é possível aumentar a intensidade do vento conforme a necessidade.

Não pode ser armazenado

Uma forma de compensar o problema de planejamento seria armazenar a energia gerada nos momentos de maior intensidade do vento. No entanto, nos deparamos com uma das principais desvantagens da maioria das fontes de energia: armazenar grandes quantidades de energia elétrica não é viável. 

Limitação em uma faixa estreita de velocidades do vento

As turbinas eólicas funcionam corretamente apenas com rajadas de vento entre 10 e 40 km / h. Em baixas velocidades, a energia não é lucrativa e em altas velocidades representa um risco físico para a instalação. Quando o vento é muito forte, as pás são giradas de forma que o vento as atravesse exercendo a mesma pressão em ambos os lados e elas não se movam.

Transporte de energia elétrica para pontos de consumo

Como os parques eólicos estão localizados longe dos pontos de consumo, é necessária uma infraestrutura de transporte de energia, levando à perda de energia e à necessidade de instalação de infraestrutura de transporte.

Necessidade de superdimensionar parques eólicos

A densidade de energia do vento é baixa, o que requer que o número de turbinas eólicas seja alto para ser útil. Ou seja, embora seja barato e fácil de obter energia, é necessária uma grande quantidade de turbinas eólicas ao mesmo tempo para torná-la lucrativa.

Impacto ambiental

A construção de parques eólicos tem um impacto ambiental e estético na paisagem, o que por vezes causa desconforto à população local. Muitas vezes é necessário abrir estradas e acessos para movimentar as diferentes partes das turbinas eólicas.

Por outro lado, quando em operação, as pás ou pás dos aerogeradores causam danos e perigo à fauna das aves da área, que se colidirem com elas costumam morrer com elas. do impacto. 

Impacto acústico

As turbinas eólicas fazem barulho. No entanto, é verdade que essa desvantagem foi minimizada graças aos avanços de engenharia que foram aplicados às novas turbinas.

Autor:

Data de publicação: 24 de novembro de 2021
Última revisão: 24 de novembro de 2021